Quinta-feira, 08 de junho de 2017

8:00h-8:10h Abertura

  1. Mesa-redonda – Cuidando de pessoas transgênero – Coordenadora: Maria Clara Giana (SP)

8:10h-8:30h Cuidando integralmente Ricardo Martins (SP)

8:30h-8:50h Vulnerabilidade às IST Alícia Krüger (Ministério da Saúde)

8:50h-9:10h Cuidando dos adolescentes Alexandre Saadeh (SP)

9:10h-9:30h Discussão

 

  1. Mesa-redonda – PrEP – Coordenador: Maria Cristina Abbate (SP) – Fernanda Rick (SP)

9:30h-9:50h Novo PCDT de PrEP – Denize Lotufo (SP)

9:50h-10:10h Implementação da PrEP – Ricardo Vasconcelos (SP)

10:10h-10:30h Desafios e o futuro para a PrEP – Esper Kallas (SP)

10:30h-10:50h Discussão e perguntas interativas – Sidnei Pimentel (SP)

10:50h-11:10h Intervalo

 

  1. Mesa-redonda – Cuidados com pessoas vivendo com HIV/aids – Coordenador: Fernando Ruiz (SOROCABA)

11:10h-11:30h Imunização: o que há de novo? – João Silva de Mendonça (SP)

11:30h-11:50h Tuberculose resistente a múltiplos – Sumire Sakabe (SP)

11:50h-12:10h Síndrome de Reconstituição Imunológica – Juvêncio Dualibe (SP)

12:10h-12:40h Discussão e caso clínico interativo HBV-HIV – David Urbaez (DF)

 

12:40h-13:40h Simpósio satélite ABBVIE

Mário Reis (PORTO ALEGRE)

Mário Gonzales (SP)

13:40h-14:00h Intervalo

 

  1. Mesa-redonda – Comorbidades – Coordenador: Paulo Abrão (SP)

14:00h-14:20h HIV e comorbidades: o que há de novo? Giovanni Guaraldi (ITÁLIA)

14:20h-14:40h HIV e transplantes: visão da equipe de transplantes – Marina Cristelli (SP)

14:40h-15:00h HIV e transplantes: visão do infectologista – Simone Tenore (SP)

15:00h-15:30h Discussão e caso clínico interativo (comorbidades) – Gisele Gosuen (SP)

15:30h-15:50h Intervalo

 

  1. Conferência I: 15:50h-16:10h Conquistas e desafios no cuidado das pessoas vivendo com HIV ou aids (PVHA) (Ministério da Saúde) – Fernanda Rick (Ministério da Saúde)

 

  1. 16:10-16:30 Conferência: Resultados de vida real no Brasil: resultado de mais de 1500 pacientes tratados para hepatite C sem interferon – Edison Parise (SP)

 

  1. Mesa-redonda – TARV – Coordenador: David Lewi (DF)

16:30h-16:50h Novo PCDT para TARV – Érico Arruda (FORTALEZA)

16:50h-17:10h Toxicidade da TARV usada no Brasil em 2017: análise crítica da literatura – Alexandre Naime (BOTUCATU)

17:10h-17:30h Perspectivas futuras para a TARV – Ricardo Diaz (SP)

17:30h-18:00h Discussão e caso clínico interativo – Tânia Reuter (VITÓRIA)

 

Sexta-feira, 09 de junho de 2017

  1. Mesa-redonda – Hepatite C e saúde pública – Coordenadores: Célia Regina Cicolo da Silva (SP) e Sérgio Cimerman (SP)

8:00h-8:20h Estratégias de prevenção e eliminação da hepatite C: como fazer? – Francisco Souto (CUIABÁ)

8:20h-8:40h Linha de cuidados em hepatites virais – Sirlene Caminada (SP)

8:40h-9:10 Realizações do Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das IST, do HIV/Aids e das Hepatites Virais do Ministério da Saúde – Elisa Catapan (Ministério da Saúde)

9:10h-9:30h Discussão

 

9:30h-10:30h Simpósio satélite Gilead (HIV)

Giovanni Guaraldi (ITÁLIA)

Carlos Brites (SALVADOR)

10:30h-10:50h Intervalo

 

  1. Mesa-redonda – Tratamento da hepatite C – Coordenador: Mário Pessoa (SP)

Coordenador: Mário Pessoa (SP)

10:50h-11:10h Novo PCDT para hepatite C e coinfecções – Maria Cássia Mendes Correa (SP)

11:10h-11:30h Retratamento da hepatite C pós falha a esquemas sem interferon – Christophe Hezode (FRANÇA)

11:30h-11:50h Caso clínico interativo – paciente com falha a esquema sem IFN (GT3) – Marcelo Simão (UBERLÂNDIA)

11:50h-12:10h Caso clínico interativo – paciente com insuficiência renal pré-dialítica ou dialítica – Leila Beltrão Pereira (RECIFE)

12:10h-12:30h Caso clínico interativo – paciente com cirrose descompensada e/ou HCC: tratar ou não antes do transplante? Carlos Brandão (RJ)

 

12:30h-13:30h Simpósio satélite GSK

13:30h-13:50h Intervalo
 

13:50h-14:50h Simpósio satélite Gilead (Hepatite C)

Christophe Hezode (FRANÇA)

Hugo Cheinquer (PORTO ALEGRE)

 

  1. Mesa-redonda – Situações especiais (I) – Coordenador: Hamilton Bonilha (PIRACICABA)

14:50h-15:10h HCC na era dos DAA – Raymundo Paraná (SALVADOR)

15:10h-15:30h O que pode melhorar ou não com a RVS? – Rosângela Teixeira (BH)

15:30h-15:50h Caso clínico interativo – Leonardo Schiavon (FLORIANÓPOLIS)

15:50h-16:00h Discussão

 

 

  1. Mesa-redonda – Situações especiais (II)

Coordenador: Ricardo Hayden (SANTOS)

16:00h-16:20h Caso clínico interativo HCV-HIV – Aline Vigani (CAMPINAS)

16:20h-16:40h Caso clínico interativo GT4, o novo intruso – Fábio Nogui (SP)

16:40h-17:00h Caso clínico interativo manifestação extra-hepática – Edmundo Lopes (RECIFE)

 

17:00h-18:00h – Simpósio Satélite MSD

Maria Lúcia Ferraz (SP)

Roberto Carvalho (SP)

 

Sábado, 10 de junho de 2017

  1. Mesa-redonda – Métodos não invasivos para avaliação de doença hepática – Coordenadora: Mônica Viana (SP)

8:30h-8:50h Qualidade do exame, valor prognóstico e avaliação de regressão de fibrose – Leandro Mendes (CAMPINAS)

8:50h-9:10h Elastografia unidimensional (point shear wave) e bidimensional (2D): há vantagem de um método sobre outro? Fernanda Fernandes (RIBEIRÃO PRETO)

9:10h-9:30h Caso clínico avaliação de regressão de fibrose: é possível com métodos não invasivos? – Dimas Carnaúba (SP)

 

  1. Hepatite B, Hepatite Delta e Hepatite E – Coordenador: João Renato Pinho (SP)

9:30h-9:50h Novo PCDT para Hepatite B, Hepatite Delta e Coinfecções –  Wornei Braga (MANAUS)

9:50h-10:10h O futuro das hepatites B e Delta – Thor Dantas (RIO BRANCO)

10:10h-10:30h Hepatite E: o que devemos saber? – Celso Granato (SP)

10:30h-10:40h Discussão

10:40h-11:00h Intervalo

 

  1. Mesa-redonda – Depois das hepatites virais, outro grande desafio: DOENÇA HEPÁTICA GORDUROSA NÃO ALCOÓLICA (DHGNA) - Coordenadora: Edna Strauss (SP)

11:00h-11:20h Epidemiologia e patogênese da DHGNA – Ana Martinelli (RIBEIRÃO PRETO)

11:20h-11:40h Diagnóstico e avaliação de gravidade da DHGNA – Giovanni Faria (BOTUCATU)

11:40h-12:00h DHGNA e HIV – Paulo Abrão (SP)

12:00h-12:20h Tratamento da DHGNA – Cláudia Oliveira (SP)

12:20h-12:40h Discussão e caso clínico – Elson Vidal (SANTOS)